quinta-feira, 28 de junho de 2007

Minha Vida, Vida Minha



Minha vida, vida minha

Minha vida, vida minha, meus olhos te caçam, te buscam por todos os lugares, dia e noite, noite e dia.
Meu coração te deseja com a força do amor que minha alma senti por ti, ele te ama, te quer, tem necessidade de ti, vida minha.
Passam-se as horas, elas transformam-se em dias, mas meu coração não consegue esquecer-te, minha vida.
Ele sente uma necessidade profunda de ti, por mais que queira, por mais que tente não pensar, ele sempre leva-me de encontro a suas lembranças vida minha.
Estou tentando viver outros momentos, mas quando penso que estou conseguindo, tudo desaba, porque o coração revolta-se dentro do peito para levar-me a pensar em ti, minha vida.
As vezes chego pensar que a minha vida é um redemoinho de conflitos por meu coração negar a esquecer-te, em outras vezes chego a sentir que a minha alma está desfalecendo por conta do que o coração faz comigo ao negar a esquecer-te.
Por isso é que, mesmo em silêncio o meu coração está sempre dizendo minha vida, vida minha é tu que eu amo.

Lucimar Alves

Um comentário:

Bruxinhachellot disse...

Linda poesia sobre a vida e o amor.

Beijos de sol e de lua.

 
eXTReMe Tracker