terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

Uma Lágrima


Uma lágrima

Em uma noite tranquila,
suave,
você chegou de mansinho,
com seu jeito todo especial de olhar,
sorriu,
olhou-me nos olhos,
pergutou se estava tudo bem.
Esse foi o começo de algo muito
especial e belo
que estava nascendo entre nós.
O meu coração,
bateu forte dentro do peito,
porque ele sabia que algo de muito especial estava saindo de dentro de si.
Nesse instante uma lágrima de felicidade rolou em meu rosto ,
por saber que o lindo
sonho de amor
que sonhei estava nascendo
naquele instante,
para o meu mundo tornar-se belo.
Nesse instante,
passei a viver como se estivesse vivendo um sonho encantado,
parecia que
estava flutuando sem sair do chão,
pois tudo era belo,
suave e leve.
As vezes pensava...
Se for um sonho não quero acordar nunca mais .
O meu coração,
ficou cheio de ternura e amor,
porque passei a viver o amor em
sua plenitude de amar.
Ah!!!
Como era belo esse amor
que estava vivendo.
Mas,
na vida tudo tem
começo e fim,
então você chegou disse-me adeus,
partiu.
Nesse instante...
Uma nova lágrima rolou em meu rosto.
Uma lágrima,
com um misto de dor,
saudade e alegria
por ter conhecido e vivido o amor,
em sua plenitude de amar.

Lucimar Alves

2 comentários:

Anônimo disse...

Adorei,vc passou por isso foi?
Porque eu acabei de passar por isso hoje de manha,estou super triste

Aninha disse...

eu adorei! é um dos poemas mais lindo que eu já li!
eu juro q eu chorei com esse poema!

 
eXTReMe Tracker